26 nunca teve uma namorada reddit

Jovens: Guia para conseguirem viver em Lisboa

2018.07.13 19:25 Rememberwhoweare Jovens: Guia para conseguirem viver em Lisboa

Vejo aqui no reddit e noutros sitios muitos jovens a queixarem-se porque dizem que nunca conseguirão viver em Lisboa, o custo de vida é muito caro, etc
Existem 500 mil pessoas em Lisboa e mais de 2 milhões nas periferias da cidade. Lisboa não tem espaço para muitas mais pessoas, eventualmente podem criar mais umas casas para algumas dezenas de milhar de pessoas em terrenos baldios na Alta de Lisboa ou em Marvila (se desistirem da terceira travessia do Tejo: Barreiro - Lisboa), mas pouco mais que isso. Mas será que viver nesses sitios só para dizer aos amigos que se vive em Lisboa é mais interessante do que viver em Odivelas ou em Oeiras?
Nunca foi possível nem normal ao longo do tempo que jovens em inicio de carreira conseguissem viver no centro de Lisboa, por isso é que as periferias estão cheias. No entanto, parece-me que é perfeitamente possível após alguns anos a poupar, vir das periferias para Lisboa, sem ajuda de terceiros.
Segundo as minhas contas:
Jovem solteiro com 23 anos em inicio de carreira profissional: Ganha 800 euros e vive em casa dos pais (contribui para as despesas) ou num quarto arrendado na periferia. Poupa 300 euros por mês.
Passados 3 anos, este jovem já poupou 300x14x3 =12600 euros. Aos 26 anos este jovem decide comprar um T1 de 50m2 na Linha de Sintra (Cacém, Rio de Mouro) por 50 mil euros com recurso a crédito habitação (80% financiamento). Fica a pagar 100 a 150 euros de prestação mensal e gasta mais uns 300 euros por mês noutras despesas. Vai de comboio para Lisboa e continua a conseguir poupar 300 euros por mês.
Passados outros 3 anos, este jovem conseguiu poupar mais 12600 euros. Decide vender a sua casa pelos mesmos 50 mil euros, paga 37 mil euros do empréstimo ao banco e fica com cerca de 25 mil euros na conta, com esse dinheiro decide juntar-se com a namorada (que também teve um percurso de vida semelhante em que tambem poupou 25 mil euros) para viverem juntos. Aos 29 anos decidem comprar um T2 de 75 m2 em Odivelas, perto do metro por 150 mil euros com recurso a crédito habitação (80% financiamento). Ficam com poupanças de 15 mil euros, ficam a pagar 400 a 450 euros de prestação mensal e gastam mais uns 500 euros por mês noutras despesas. Poupam em conjunto 600 euros mensais.
Passados outros 3 anos, este casal de jovens conseguiu poupar mais 25000 mil euros. Decidem vender a sua casa pelos mesmos 150 mil euros, pagam 113 mil euros do empréstimo ao banco e ficam com cerca de 75 mil euros na conta. Aos 32 anos, com esse dinheiro conseguem comprar uma casa em Lisboa por 250 mil euros com recurso a crédito habitação. Isto todo com salários de apenas 800-1000 euros mês.
Nota: Os cálculos foram feitos para Euribor próxima dos 0% ao longo do tempo e/ou taxa fixa para precaver subidas bruscas da prestação. De qualquer forma não nos devemos esquecer que a Euribor sobe com a inflação e tendencialmente os salários tambem acompanharão essa subida. Por outro lado o valor das rendas tenderá também a subir com a subida da Euribor pois os senhorios vão querer manter a margem de lucro, portanto arrendar não vai ser uma melhor opção (caso a legislação actual se mantenha).
Opiniões?
submitted by Rememberwhoweare to portugal [link] [comments]